Fimec 2018

Feira alemã traz bons resultados para calçado brasileiro

Feira alemã traz bons resultados para calçado brasileiro

Fonte: Assintecal

As 22 marcas de calçados que participaram da GDS, feira que aconteceu em Düsseldorf, na Alemanha, entre os dias 26 e 28 de julho, comemoram uma participação que deve render mais de US$ 25 milhões em exportações nos próximos seis meses. A participação foi viabilizada pelo Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).
 
Conforme relatório da Abicalçados, a mostra alemã gerou a comercialização, in loco, de 826,8 mil pares de calçados verde-amarelos, que geraram quase US$ 7 milhões, mais do que o dobro da edição do ano passado. “Nesta edição, com menos marcas participantes – no ano passado eram 29 – geramos um resultado melhor, o que demonstra a assertividade cada vez maior das coleções brasileiras”, comemora a analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Patrícia Ledur. Segundo ela, para os próximos seis meses, aos negócios realizados in loco, devem ser somados outros US$ 18 milhões em negócios que foram alinhavados durante a feira.  “Registramos muitos contatos e novos visitantes interessados no calçado brasileiro. Apesar de menor, a feira foi muito focada e isso favoreceu o expositor”, avalia Patrícia.
 
Corroborando os números gerais, o gerente de exportações da Sapatoterapia, Daniel Figueiredo, ressalta que recebeu clientes antigos e novos importantes compradores. “Tivemos um grande volume de pedidos e abrimos um novo contato importante na Rússia”, avalia.
 
Fazendo coro à avaliação de Figueiredo, Christoph Schmitt, distribuidor da Wirth, aponta o sucesso comercial na mostra. “Tivemos um volume significativo de vendas e também novos contatos de importantes clientes alemães”, comenta.
 
Entendendo o mercado alemão
Um dia antes da feira, 25 de julho, o Brazilian Footwear preparou um seminário sobre o mercado alemão para as marcas participantes. A cargo do consultor Dieter Westphal, da Access Management, o encontro fez uma introdução sobre o mercado local e a sua sistemática, fornecendo um panorama completo para os exportadores brasileiros.
 
Atualmente a Alemanha é o 22º principal destino do calçado brasileiro, que é exportado para mais de 150 países no mundo.  No ano passado, os alemães compraram quase 1 milhões de pares verde-amarelos, o que gerou mais de US$ 12 milhões para os fabricantes brasileiros.
 
Participaram da GDS as marcas Rider, Ipanema, Grendha, Zaxy, Cartago, Marsalla, Beira Rio, Vizzano, Molekinha, Moleca, Modare, Piccadilly, Liliby, Sapatoterapia, Wirth, Ramarim, Comfortflex, Whoop, Suzana Santos, Renata Mello, Art’s Brasil e Via Scarpa.
 
No próximo ano, a edição de lançamentos das coleções de verão, acontecerá entre os dias 25 e 27 de julho.

Foto: Divulgação
 

Mais Notícias

13 Dez 2017

Fábrica Conceito apresentará sistema de automação para cal ...

CONTINUE LENDO
13 Dez 2017

42ª Fimec é sinônimo de tecnologia para calçadistas

Feira profissional acontece entre os dias 6 e 8 de março de 2018

CONTINUE LENDO
VER TODAS NOTÍCIAS
Patrocínio
Apoio
Apoio Institucional
Apoio Institucional
Realização